17.6.04

Impressionante, hein? Eu sou um zero à esquerda com comida brasileira. Basta dizer que eu levei quase três décadas pra finalmente comer pato no tucupi e... dendê. Mas enfim. Vamos corrigir isso. O grande problema da cozinha brasileira é a nomenclatura. Além dos trezentos mil nomes indígenas, tem mais um monte africano. E eu, com a minha mentalidade podre, logo faço associações com o dialeto travesti. Parece mesmo. Efó? Abará? Meu bem, qualquer dia eu mando soltar o Edi. Aí vai ser triste.