12.6.04

Olha, pode ser algum efeito colateral da vacina que eu tomei hoje ou simplesmente o fato de que eu ando MUITO machinha ultimamente: Moça com Brinco de Pérola é um grande pé no saco.

A Scarlett Johansson, tão fofinha de calcinha cor de rosa em Encontros e Desencontros, tornou-se um monstro pálido e chato. Uma cara de quem está com o nariz entupido, daqueles que cismam em pingar toda hora, e tem que respirar pela boca. Gripada. Aquela carinha de assustada o tempo todo e os bowings toda hora em que o mestre ou a patroa entravam. Eek.

E aquele namorado açougueiro? Todo mundo tem biótipos que detesta, certo? Ele é um ótimo exemplo de uma cara que vira meu estômago. Que nariz nojento. Vou odiar esse tipo pra sempre. (Tem um outro tipo físico que eu detesto, mas é meio inexplicável. Graças a deus não há muitas estrelas de cinema desse naipe. Cruzei com um espécime na rua outro dia. Fiquei muito incomodada mesmo. E não sei por quê, mas costumo associar essas pessoas à cor verde-água e a um nome muito idiota).

Por fim, eu prefiro guardar a lembrança do Colin Firth como Mr. Darcy. Seja na Bridget Jones ou na versão BBC pra Orgulho e Preconceito. O vestuário do início século XIX lhe cai bem. Sem aquele cabelo desgrenhado e aquela aparência suja.

Por fim, agora de verdade, como a Madame disse, cadê a história? Eu não pensei nisso na hora porque só olhava pro relógio. Gostei mesmo da fotografia, mas acredito no que uma amiga disse certa vez no colegial, do alto da sabedoria de uma garota de 17 anos: quando alguém para pra comentar a fotografia de um filme, certamente era porque não havia nada mais pra comentar. só contemplar.