6.10.04

Voei chorando para Londres. As pessoas não lidam bem com lacrimosos que voam. Uma passageira solícita me olhava com cara de dó: "Miss, are you afraid of flying?". Não, não. Luton era mais putaqueopariu do que eu pensava. O metrô não ia até lá. Paguei 12 libras pra entrar no trem e levei bem uma hora e meia - ouvindo Gainsbourg e ainda soluçando - para chegar em Paddington. Pobre Annix e Pobre Cato, esperaram horas por mim na estação. O metrô de Londres ainda me deixa entusiasmada. Entrei e só havia um grupo indiano sonolento. De repente paramos em alguma estação de vanguarda, porque nunca vi tanta modernidade entrar no vagão. Cabelos e roupas ótimas. Tinha muito o que olhar.

No hotel, em Paddington mesmo (uma mamata obtida pela Annix), fui encaixada sorrateiramente no quarto pela porta dos fundos. Tive uma impressão assim Dirty Pretty Things, mas não topei com nenhuma camareira turca ou com corações entalados na privada. Meu coração derrete com aquelas chaleirinhas elétricas e mini-copinhos de leite. Que amorr! Fui andando até o Burger King mais próximo. Devia ser umas 11 da noite. O clima estava bom. Era bom andar sozinha em Londres. Pedi um whopper. Os atendentes me olhavam com uma cara estranha. Olhei no espelho... não, não estava cagada. Deviam ser meus olhos de texugo. Um gordola bretão sussurrou um "have a nice meal" e eu fingi que não entendi.

Bom comer no Burger King. Já fazia 6 anos, haha. As lombrigas gestadas durante esses longos anos agradeceram. O Cato disse que eu sou uma Whopper person, e acho que ele tem razão. Fui ao telefone público e fiz uma chamada com cartão de crédito. Foram 20 libras em um segundo. Quem manda ser preguiçosa? Dormir foi estranho. Mas eu acordei no dia seguinte. A Cris, que é um doce de pessoa, ia ao British Museum. Annix e Cato queriam tentar a sorte em Glastonbury. E eu... estava sem rumo.

Achei melhor visitar a Westminster Abbey. Afinal eu não tinha ido da outra vez por problemas monetários. Tinha que usar dez libras pra forrar o bucho. Mas desta vez eu estava azeda pra pagar 13 libras. Daí pensei em ir ao London Eye, mas 11 libras e a fila me bodearam. Ia embora no dia seguinte. Não queria me bitolar em turistismos. Pensei comendo Ben & Jerry's. Acabei deixando o Dalí de lado e fui à Saatchi Gallery, que foi genial! Muita modernidade por metro quadrado. Fiquei perturbada com um velho imóvel, sentado num banquinho. Achei que ele estava encarando as minhas botas. "Tô cagada de novo?", pensei. Não. O véio era de plástico. Retardada. Mas ele tinha até pelinhos no braço, tá?