20.7.05

Olha, A Fantástica Fábrica de Chocolate do Tim Burton está incrível. Eu achei que o Wonka do Johnny Depp é bem menos wanka que o do Gene Wilder, assim, menos perverso. Deve ser um efeito do cabelo bom que ele tem, perhaps. Haha. Mas ainda assim é muito engraçado, especialmente quando ele tem flashbacks.

O Charlie é aquele menininho lindo do Finding Neverland. Eu gostei mais, porque o Charlie original tinha um cabelo horrível, na minha opinião. E muita cara de cabaço. E a mãe dele não era a Helena Bonham Carter fina, mesmo desgraçadamente pobre.

Bom mesmo são os Oompaloompas. Acho que o cara é anão mesmo? Mas ele foi diminuído e multiplicado. É insano. INSANO. Só fiquei meio enjoada porque achei o pobrecito parecido demais com aquele indiano seboso que obriga nossa amiga Audrey Tautou a uma perfomance forçada de fellatio no Dirty Pretty Things.

Não foi legal pensar em Oompaloompas e boquetes.

Observação final, se o primeiro filme era bom de ver com a rabiola forrada de ervas, acredito que o segundo deve funcionar HORRORES com ácido.

(E fora isso, hein... vou aguardar pacientemente a vinda de A Noiva Cadáver, o próximo do Tim Burton, em stop-motion e com toda aquela atmosfera gótica-vitoriana que eu simplesmente a-m-o).