15.11.05

Lendo The Autograph Man agora e gostando bééim, apesar da minha goyishness. E então Anxie manda isto: The curse of being labelled the 'new Zadie'. O que me faz pensar em várias coisas:

* Eu ando numa fase minorias étnicas, acho. Minorias que na prática são maiorias, globalmente falando.
* Eu prometo, de agora em diante, como jornaleirista, que evitarei o máximo possível o rótulo de "o novo alguma coisa", porque, visto assim de fora, dá muita preguiça mesmo.
* Eu acho um preguição também o hábito anglo-saxão de etiquetar tudo como grupos étnicos, em vez de abraçar tudo de uma vez, assim, como gente normal. O étnico é só um detalhe, não é mesmo minha gente? *
* O que mais me incomoda, lógico, é a etiqueta "latino/hispânico", no meu entendimento, nada mais que uma tentativa de enfiar burritos congelados e cds da selena goela abaixo de qualquer infeliz que tenha nascido no canto direito inferior do globo terrestre (assim, se você toma a Europa como o centro, comme il faut), sem choro e nem vela.